A Imprime Adesivos conta com os mais variados acabamentos gráficos do mercado. Aliando bons processos de impressão com um processo de acabamento bem realizado, o resultado final será um produto que chama a atenção do público a que ele é destinado. Também realizamos nesse momento a inspeção completo dos mateiriais que enviamos aos nossos clientes. Dessa forma você fica tranquilo e com garantia que está recebendo um produto de qualidade e em conformidade com o seu pedido. Confira a seguir os diferentes tipo de acabamentos que dispomos e como eles funcionam.

Acabamento
Acabamento

O acabamento gráfico é o processo que adiciona “nobreza” ao material impresso. Os recursos de acabamento gráfico podem transformar um simples impresso em um folheto de apresentação muito chamativo.

Em acabamento gráfico, muitos recursos podem ser utilizados, de aplicação de verniz à dobras e cortes especiais. Esse é também um processo que exige total atenção do profissional, já que pode estragar todo o lote de impressão. Se uma laminação for mal aplicada sobre um material que seguiu rigorosos padrões de produção, não há como reverter a situação a não ser pela reimpressão.

O processo de acabamento gráfico é tão importante e específico que existem empresas gráficas especializadas nesse segmento. E muitas gráficas preferem enviar o material impresso para essas indústrias especializadas, já que o maquinário de acabamento gráfico exigiria aumentar fisicamente o parque de impressão.

As opções de acabamento gráfico são diversas, porém as mais utilizadas são:

Laminação:

O processo consiste em aplicar uma película plástica no papel. Essa película pode ter diversas características com ser brilhante ou fosco, com padrões de cores, texturas, etc. A aplicação geralmente é feita em ambos lados do impresso, para evitar a deformação do material. A laminação também fornece proteção extra ao material e dificulta rasgos que estragam a apresentação do mesmo.

Corte e vinco:

O processo de corte e vinco utiliza um tipo de faca moldado em uma matriz de madeira. As facas são feitas de aço e pode-se utilizar lâminas de corte, com bordas afiadas, ou lâminas de vinco, com bordas cegas ou arredondadas. O corte do papel é feito sob pressão em máquinas específicas para corte e vinco e podem ser manuais ou automáticas. Algumas máquinas antigas de impressão tipográfica foram adaptadas para dar acabamento de corte e vinco em impressos menores.

Acabamento Gráfico

Aplicação de vernizes:

O acabamento gráfico de aplicação de vernizes também é conhecido como “coating”. Os vernizes podem ser aplicados em todo a superfície do material ou de modo focado, conhecido como aplicação de verniz em reserva. Existem vernizes de alto brilho, texturizados, com aroma, etc. O acabamento gráfico com vernizes pode ser feito na própria offset, em máquinas serigráficas, offsets dedicadas, etc.

Hot stamping:

Consiste na aplicação de detalhes metálicos nos impressos, como o dourado e prata. Porém as cores não se limitam aos dourados e prateados, já que diversas opções estão disponíveis no mercado. Além dos metalizados, também existem alguns acabamentos simulando holografias, padrões gráficos, entre outros.

Relevo seco:

O processo de relevo seco utiliza um conjunto de clichês macho-fêmea sob pressão para gravar uma imagem no papel. Em papéis mais grossos, como papelão utilizado em encadernação de capas-duras, pode-se conseguir o mesmo efeito com a utilização de apenas um clichê.

Encadernação:

O processo de encadernação abrange vários métodos. O mais comum, utilizado na produção de livros, é o sistema de colagem a quente, conhecido como “hot melt”. Além do “hot melt”, ainda existem na encadernação os sistemas de “wire-o” e espiral, comum em cadernos e apostilas, e o grampeamento, presente em revistas e catálogos.

Acabamento Gráfico

(Fonte Adaptada: Expoprint)